Google adere à Microgeração de Energia

googleA Google vai passar a ser um microprodutor de energia, ou melhor, tratando-se da Google, não vai ser tão micro assim. A empresa americana dominadora da Internet pediu às autoridades norte-americanas para entrar no mercado da energia, com o intuito de vender energia eléctrica no mercado grossista para além de produzir a própria electricidade que gasta.Num documento entregue à Comissão reguladora de energia dos EUA e por intermédio da sua subsidiária Google Energy, a Google solicitou o estatuto de vendedor e as tarifas que lhe estão associadas, bem como uma autorização geral para poder comprar e vender nos mercados de energia norte americanos.
O pedido representa um passo adicional da Google no domínio da energia, afim de atingir o seu objectivo de neutralidade em termos de Carbono. Já há 3 anos que a empresa tinha anunciado que pretendia investir em energias verdes e lançou mesmo uma nova ferramenta – o PowerMeter, que permite a qualquer pessoa e também às empresas controlar os seus consumos energéticos.


O anfitrião do Microgeração de Energia. Alguém interessado nas Energias Renováveis e na sustentabilidade energética.

Um Commentário “Google adere à Microgeração de Energia”

  1. Paneis Solares

    Jul 25. 2013

    É ótimo que empresas como o Google começar a produzir energia renovável. O mundo tem que mudar a forma de energia.

Deixe um comentário