Rede Inteligente para as Energias Renováveis

Um projeto piloto denominado Flexlast e que está a ser gerido por um consórcio Suiço, pretende tirar o máximo partido de uma rede inteligente nas áreas das energias renováveis. Para este arrojado projeto vão ser usados os armazéns refrigerados da Migros, a maior cadeia de supermercados na Suíça, como buffers para ajudar a equilibrar as flutuações de energia eólica e solar existentes na rede.

Esta iniciativa consiste, em sempre que as condições atmosféricas o permitem, utilizar a energia eólica ou solar para colocar as unidades de ar condicionado do armazém a trabalhar em alta potencia ou a funcionar lentamente, aliviando assim a pressão sobre a rede, quando que a energia renovável não está disponível. Desta forma a rede torna-se mais flexível, adaptável e inteligente reduzindo os custos com a energia.

Este projeto pode ser extraordinariamente importante,uma vez que poderá possibilitar um aumento no uso de fontes renováveis de energia pelas empresas pertencentes ao setor energético, uma redução de falhas, um equilíbrio de cargas de rede e por fim a construção de uma rede inteligente para gerir as necessidades de energia.


O anfitrião do Microgeração de Energia. Alguém interessado nas Energias Renováveis e na sustentabilidade energética.

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário