Estudos provam que Bomba de Calor Geotérmica Consome muito menos energia

bomba geotermicaCoimbra, é uma das oito cidades Europeias, onde estão a ser realizados ensaios com Bombas de Calor Geotérmicas, e onde ficou demonstrado que estas consomem muito menos energia que os sistemas convencionais, como aquecedores, ou “ares” condicionados.

O investigador, André Quintino Duarte,  exemplifica ” no Verão os equipamentos de ar condicionado instalados no edifício consumiram em média  62KWh por dia, mas com a bomba geotérmica otimizada, em que os investigadores desenvolveram um sistema de controlo inteligente, o consumo baixou para cerca de 28KWh por dia, garantindo o mesmo nível de conforto”.

Estes estudos, são desenvolvidos por uma equipa de investigadores do Instituto de Sistemas e Robótica (ISR) da UC, e fazem parte do projeto Europeu GroundMed, que procura avaliar o impacto da utilização de tecnologia muito usada nos países nórdicos, em regiões de clima mais ameno, junto ao mediterrâneo.

Provada a eficácia  e viabilidade das bombas de calor geotérmicas, em climas mediterrânicos, os investigadores defendem que a sua implementação em edifícios de grandes superfícies como por exemplo hospitais, pode ser muito vantajosa em termos económicos, atendendo aos gastos energéticos serem muito elevados.


O anfitrião do Microgeração de Energia. Alguém interessado nas Energias Renováveis e na sustentabilidade energética.

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário