Quase 1500 milhões de euros de investimentos em Eólicas suspensos

eólica2Portugal tem entre 1300 a 1500 milhões de euros de investimento em projectos eólicos e muitos postos de trabalho que ainda não saíram do papel, à espera de licenças ambientais e de construção e/ou à espera de financiamento.

António Sá da Costa, presidente da Associação das Renováveis, disse ao Dinheiro Vivo, que existem projetos que estão há quatro ou cinco anos à espera de licenças ambientais. A Direção Geral de Energia (DGE), não tem dado “vazão” aos projetos o que fez com que estes apanhassem a crise e perdessem financiamentos.

Na lista de projetos parados, estão na sua maioria, os parques atribuídos a concurso, ainda no governo de José Sócrates. É o caso do consórcio Ventinveste, detido a 49% pela Galp Energia, onde o investimento rondou os 500 milhões de euros. O problema, neste projeto, começou por ser o licenciamento ambiental, mas neste momento já é um problema de financiamento e sem estimativas para o desbloqueio da verba.

Além do problema do tempo de espera para os licenciamentos, há projetos que o ministério do Ambiente obriga a mudar a localização, o que implica tornar a fazer tudo de novo, novos estudos de vento entre outros, culminando num grande gasto de tempo e dinheiro.


O anfitrião do Microgeração de Energia. Alguém interessado nas Energias Renováveis e na sustentabilidade energética.

Um Commentário “Quase 1500 milhões de euros de investimentos em Eólicas suspensos”

  1. Romeu

    Mar 27. 2014

    Eu tenho um invento já com a patente que produz energia elétrica com muita potencia mas me falta investimento estou a procura.
    O invento é 100% verde.

Deixe um comentário