Tele-contadores inteligentes preparados para microgeração

Tele-contadores inteligentes preparados para microgeraçãoO próximo mês marcará o arranque do projecto-piloto que junta o INESC Porto, a EFACEC, a EDP, a Janz e a Logica no desenvolvimento de novos contadores de electricidade.
O projecto denomina-se InovGrid e nesta fase inicial deverá estender-se a 50 mil clientes dispersos por todo o país.

Pretendemos que haja diversidade. O projecto pode abranger participantes com perfis rurais ou urbanos de vários pontos do país. Do mesmo modo, não se pretende limitar aos lares tradicionais – também podem participar clientes empresariais, por exemplo.

João Peças Lopes, coordenador da Unidade de Sistemas de Energia do INESC Porto

O projecto InovGrid desenvolveu durante o último ano, uma nova geração de dispositivos que permite maior interactividade entre cliente e fornecedor de electricidade. A investigação é vanguardista, e está em vias de tornar Portugal, o primeiro país a nível mundial com um sistema de telecontagem inteligente. A Itália levou a cabo experiências similares, mas as vantagens e melhorias implementadas pelo sistema nascido do INESC Porto e da EFACEC, entre outros, são notórias.

A participação no InovGrid implica a instalação de uma Energy Box – um tele-contador que permite saber em tempo real o consumo de energia registado até ao momento, bem como as evoluções verificadas em termos de histórico de consumos.

A Energy Box contempla ainda a mudança de tarifa, pela mão do cliente e a partir do próprio dispositivo.

Preparado para a Microgeração

O novo dispositivo de telecontagem dispõe também de funções de gestão de unidades de microgeração, ou seja, está já preparado para que o consumidor se possa tornar produtor, e assim vender a energia produzida à rede. A Energy Box é capaz de contabilizar quer o consumo, quer a produção, facilitando as contas finais do balanço energético do consumidor, uma vez que como sabem a energia produzida é taxada a um valor superior à consumida.

O InovGrid prevê um investimento de 12 milhões nesta primeira fase, cuja data de conclusão está prevista para o ano de 2010. O InovGrid pressupõe interligação entre contadores Energy Box e um sistema central de informação sobre os clientes.

Os responsáveis pelo projecto acreditam que esta arquitectura pode eliminar erros de leitura, contribuir para uma gestão mais eficiente e fomentar um consumo energético mais racional nos lares portugueses.

fonte: Exame Informática

Technorati : EDP, EFACEC, Energy Box, INESC Porto, InovGrid, Janz, Logica, tele-contador


O anfitrião do Microgeração de Energia. Alguém interessado nas Energias Renováveis e na sustentabilidade energética.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Rede eléctrica inteligente arranca em Évora | Microgeração de Energia - 6 de Abril de 2010

    […] a deslocação de uma equipa da EDP nem sequer a presença do consumidor no local. Do projecto InovGrid já lhe tínhamos falado antes, resulta de uma parceria da EDP com o INESC Porto, a EFACEC e a […]

Deixe um comentário